Atalho do Facebook

Comida mineira - Maia - bolinho de carne moída

>> segunda-feira, 21 de setembro de 2009


Na quinta-feira levamos a Cô e o Henrique num barzinho e pedimos uma porção de maia.
A Cô não sabia o que era maia . Acho que em SP eles não conhecem o bolinho de carne moída por esse nome.
No boteco eu achei a maia muito engordurada, fiquei até com vergonha dos meus amigos!

Hoje o maridão tinha uma reunião na hora do almoço e como só estavam eu e as crianças em casa, fiz uma comidinha bem de segunda-feira.
Fiz maia, arroz, feijão, ensopado de batata salsa e salada de folhas.

Essa receita de maia é em homenagem à Cozete.
Na próxima eu posto a receita do Raj, viu amiga?

Ingredientes para 35 bolinhos pequenos

1 k de patinho moído
1 colher das de sobremesa de tempero mineiro
pimenta do reino a gosto

Passe pelo processador:

3 fatias de pão de forma sem a casca demolhadas em 1 xícara, das de café, de leite
4 dentes de alho
1 pimenta ardida
200 g de bacon em pedaços

Para empanar

2 ovos batidos com 1 copo de água filtrada
350 g de farinha de rosca, de preferência feita em casa


Modo de fazer:
Junte a mistura processada com carne e acrescente 1 colher, das de sobremesa, de tempero mineiro e pimenta do reino a gosto.
Misture muito bem e deixe descansar por meia hora.
Molde as maias, fazendo bolinhas achatadas, passe no ovo e na farinha de rosca e frite em óleo quente.

Sirva como petisco ou no almoço do dia-a-dia.

As maias podem ficar congeladas por até 3 meses. Basta colocá-las, lado a lado, em uma assadeira, levar ao freezer e colocar em saquinhos quando elas já estiverem durinhas.

No boteco eles usam aquele método de farinha de trigo/ovo/farinha de rosca. Desta forma a casquinha fica solta.
Usando ovo/farinha de rosca a casquinha fica aderida à carne.
Eu prefiro da forma que eu fiz.

19 comentários:

Dayse 21 de set de 2009 16:41:00  

Ahhhh, agora conheci a Maia, hehehehe!
Também espero o Raj, viu?

Kris Nardini 21 de set de 2009 21:13:00  

Day, agora só falta a gente comer o Raj!!! hahahaha

Tatiana 21 de set de 2009 21:29:00  

Kris eu também nunca tinha ouvido falar em Maia kkkk....mas essa maia aí com uma cervejinha gelada...só por Deus!!!

Bjs

Sarinha 22 de set de 2009 10:25:00  

Kris, pela receita acho que esse bolinho é conhecido em alguns lugares de minha Gerais como Disco. Será se é o que conheço?
Bjo

Cozete,  24 de set de 2009 00:25:00  

Ah, ah, ah....só agora estou lendo isso...rs...você é impagável, menina !

Kris Nardini 24 de set de 2009 09:14:00  

Sarinha, deve ser a mesma coisa... o bolinho fica mesmo em formato de disco.

beijos

Kris Nardini 24 de set de 2009 09:15:00  

Cô, esqueci de dizer que aqui em Minas comemos Mané Pelado, além da maia... hahahahaha

Dani Oliveira 24 de set de 2009 14:37:00  

Kris, eu adoro maia... rsrsrsrs... é tudo de bom!

Suelly Fatima 27 de set de 2009 21:40:00  

Kris
Aqui no interior de São Paulo minha mãe fazia e chamava de bolinho de carne só, como maia descobri agora. É muito bom mesmo e como já disseram, com uma cerva geladissima então.

Kris Nardini 28 de set de 2009 11:01:00  

Já percebi que a maia faz sucesso em todo lugar, né? hahahaha

Beijos

Gege - BH,  29 de set de 2009 15:12:00  

Kris,
Sou domingueiro de fogão,mas essa maia nâo dá prá esperar né? Vai ser hoje mesmo!
Abraço e parabens.

Anônimo,  13 de jan de 2010 20:34:00  

eu conheco o maia como bolinho do campo

Anônimo,  1 de mai de 2010 12:53:00  

Kris, a sua receita de maia, não é só maia, é maia-com-alegria. Gostei. Vou pegar mais receitas suas.

Claudinei,  20 de out de 2010 20:44:00  

Kris, sou um amante da cozinha, um dos meus passatempos preferidos é cozinhar para os amigos e estou muito feliz de ter encontrado sua página na NeT, enfim, suas receitas são maravilhosas e irei utilizar muitas de suas receitas.
Como você diz em seu perfil... Kris uma mulher em construção.... com certeza o final desta será uma OBRA DE ARTE !!!!
Felicidades !!!

Anônimo,  26 de mai de 2011 10:51:00  

nosssa otima a sua receita amiga vou fazer hoje mess!!! estava proucurando essa bendita maia a tempos brigadim...

Eugenio Balbino,  15 de out de 2011 16:46:00  

Kris, não conhecia seu espaço.
PARABÉNS !!!
Conheci o bolinho Maia (devido ao jogo de discos e pinos metálicos no Vale do Paraiba - SP.
Achei interessante o modo de fazer em www.tvchaocaipira.com.br, entre em fogão do João Rural. Se o Maia vai bem com uma cervejinha, veja o MANDOROVA,que vai até com Tubaina!!! Caso saiba, me passe por favor a receita de Farafa de Pinga. Dizem ser originária de Guaxupé - MG.
Obrigado e sucesso.
Sucesso

Anônimo,  29 de dez de 2011 12:08:00  

Minha mãe fazia essa receita quando eu era criança! Meu mano e eu adorávamos, quando engravidei tive desejos de comê-las novamente, mas infelizmente minha mãezinha já não estava conosco, então eu mesma fiz!

Fifa,  10 de jan de 2012 23:51:00  

Aqui no RS nós chamamos este bolinho de croquete de carne ou croquete de buteco. A minha receita é:

CROQUETES
Ingredientes:
60 g de margarina culinária
1 dente de alho picado
1 folha de louro
1 cebola pequena picada
100 g de farinha de trigo branca
200 ml de leite aquecido e com1 cubo de caldo de carne ou de frango dissolvido nele
500 g de carne moída junto com 100 g de apresuntado, presunto, carne de linguiça sem pele ou bacon frito passados na máquina junto com a carne
2 ovos grandes
Sal, pimenta e noz moscada
Pão torrado ralado para empanar
Óleo para fritar
Modo de preparo:
Numa panela derreta a margarina, junte, primeiro a cebola, depois o alho e a folha de louro. Deixe dourar mexendo sempre, para não queimar nem pegar. Quando dourar, junte a farinha e mexa até ligar bem. Mexendo sempre, mas fora do fogo, junte o leite quente, mas não fervendo, em fio e continue a mexer, levando novamente ao fogo baixo até descolar do fundo da panela. Junte as carnes passadas na máquina de moer carne, misture bem e tempere com sal, pimenta e noz moscada. Mexa durante 2 minutos, retire novamente do fogo, misture um ovo batido e mexa bem. Leve novamente ao fogo mexendo constantemente até formar uma bola e descolar do fundo. Retire o louro e despeje sobre um tabuleiro ou assadeira, alise, cubra com papel alumínio e deixe esfriar. Esta massa pode ser guardada na geladeira por até uma semana e os croquetes devem ser moldados com a massa bem fria.
Na hora de fritar passe pelo ovo batido e pelo pão ralado, frite em óleo a 180º e escorra sobre folhas de papel toalha. Sirva com azeite misturado com molho de pimenta e suco de limão.
Os croquetes já empanados podem ser congelados antes de fritar e não precisam ser descongelados. É só lança-los na gordura quente e deixar fritar até dourar. A gordura tem que estar bem quente senão eles se abrem e ficam rachados e feios.
Os croquetes ficam mais gostosos se a carne for assada ou feita na panela antes de moer. Sobras de churrasco são excelentes.
O leite pode ser substituído por caldo de carne.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Back to TOP