Atalho do Facebook

As comidas da festa

>> segunda-feira, 26 de outubro de 2009


Agora posto o que interessa, realmente, para o blog: as receitas!

Mas, antes de postar as receitas preciso contar umas coisas que só acontecem comigo!!!!

Uma amiga contou para a Vivi que tinha experimentado uns bombons de morango e maracujá maravilhosos.
A Vivi quis encomendar esses bombons e eu, boba demais, encomendei sem experimentar.
Fui buscar os 400 bombons na sexta e eles eram HORRÍVEIS!
Sabe algo incomível? Eram os bombons!
Corri, liguei na Inês (3236-4642 ), a melhor doceira da cidade e minha amiga, e pedi que ela me salvasse!
E a salvação veio em forma de deliciosos olhos-de-sogra, brigadeiros e chapéus de napoleão.
Eu não tive tempo de fotografar nada e minha cunhada, Doidinha, a fotógrafa da noite, se esqueceu de tirar fotos dos doces! Vou ficar devendo...
Os doces incomíveis eu não arrisquei! Dei para minha funcionária, que gosta até de pedra passada no açúcar!

A outra coisa que só acontece comigo eu conto na receita da casquinha de siri.

Optei por servir algumas porções individuais, que acho muito prático, e algumas outras coisinhas, além dos costumeiros salgadinhos (coxinha, risoles, pasteizinhos e empadas).

Encomendei uma torta de pão de forma (tá, tá, eu sei que é brega, mas eu aaaaaaaaaaammmo!!!), mas não gostei. Eu não suporto uva passas e elas estavam em montes no recheio.
Ah! E lembram da barquete de maionese, que fez muito sucesso nos anos 80? Pois é... eu também servi. A maionese foi feita pela Kamilota e estava dos deuses!

Agora as minhas receitas...

Casquinha de camarão

A doidinha não fotografou o creme de camarões que acompanhava essa casquinha mas, mesmo, assim, posto a receita, pois estava diliça!

As casquinhas são fáceis.
Comprei massa pronta de pastel, já em círculos, modelei eu ramequins untados com óleo e assei em forno médio por 35 minutos.
O creme de camarões foi uma tentativa de imitação do Coquille de camarões que eu como no Vitórios.
Vou passar uma receita menor... eu fiz com 4 quilos de camarão.

1 k de camarões médios
sal
1 colher de manteiga

Passe os camarões, temperados com sal, rapidamente na manteiga e reserve.

1 cebola bem picada
3 dentes de alho amassados
2 colheres de manteiga e 1 fio de azeite
3 tomates, sem peles e sementes, bem picado
1 copo de requeijão cremoso
2 colheres, das de sopa, de catchup
200 ml creme de leite fresco
1 colher, das de sopa, de farinha de trigo
sal, pimenta do moinho e pimenta ardida a gosto

Aqueça uma panela e acrescente a manteiga e o azeite. Junte a cebola e o alho e cozinhe por 2 ou 3 minutos.
Acrescente os tomates e cozinhe, com a panela tampada, por 4 minutos.
Junte o creme de leite, o requeijão e o catchup e deixe ferver.
Polvilhe a farinha e mexa bem, por 5 minutos.
Acrescente os camarões reservados, espere ferver, acerte o sal, acrescente as pimentas e sirva com as casquinhas.


Lagarto fatiado com legumes


O lagarto é aquele tradicional...

1 peça de lagarto de aproximadamente 2 k
Deixe o lagarto marinando por 24 horas em :

400 ml de vinho tinto seco, de boa qualidade
2 folhas de louro
1 galho de alecrim
3 ramos de manjericão
3 dentes de alho
2 cenouras em cubos
1 cebola em cubos
50 ml de azeite
2 colheres, das de sobremesa, de sal grosso
15 grãos de pimenta do reino
1 colher, das de sobremesa, de açúcar
500 ml de água filtrada

Retire o lagarto da marinada, seque bem e frite todos os lados, no azeite, em uma panela de fundo grosso.
Quando o lagarto estiver dourado volte a marinada para a panela.
Cozinhe até o lagarto ficar macio ( 1 hora na pressão e 2 horas e meia fora da pressão).

Retire o lagarto da panela, escorra bem e leve para a geladeira.

Passe o caldo por uma peneira bem fina e leve para o freezer. Assim que se formar uma camada de gordura na superfície, retire a camada de gordura e volte o caldo para a panela. Ferva até o caldo reduzir pela metade e ficar denso. Caso ele não engrosse o suficiente basta usar um pouquinho de farinha de trigo.

Quando o lagarto estiver frio, fatie o mais fino que conseguir.

Os legumes:

Escolha os legumes que preferir, lave muito bem, mergulhe em água fervente, cozinhe por 2 minutos e passe por água gelada (isso se chama "branquear" os legumes).
Eu usei couve de bruxelas, ervilha torta, cenouras baby , cebolinhas pequenas e tomates uva. Os tomates eu não branqueei e a cebola eu cozinhei em água, manteiga e açúcar até elas ficarem cozidas e carameladas, como eu mostro aqui!

Para montar basta colocar a carne fatiada no centro, os legumes ao redor e cobrir com o caldo.
Eu usei muito alecrim (tinha visto numa revista) para decorar!


Porções individuais



Escondidinho de carne seca



Para 50 mini porções

1 k de charque cozido e desfiado
3 colheres, das de sopa, de manteiga de garrafa ou normal
2 cebolas fatiadas finamente
1 k de mandioca cozida em água, sal e açúcar
1 colher de manteiga
1 copo de requeijão cremoso
sal e pimenta a gosto
300 g de queijo coalho ralado

Dessalgue o charque por 18 horas, trocando a água 4 vezes.
Cozinhe na pressão, retire toda a gordura e desfie.
Aqueça uma panela com a manteiga, junte a cebola e deixe dourar levemente. Junte o charque desfiado e refogue por 5 minutos. Reserve.

Cozinhe a mandioca até ela ficar bem macia, passe pelo espremedor de batatas e refogue na manteiga. Junte o requeijão cremoso, acerte o sal e coloque um pouquinho de leite, se ficar muito espesso.

Coloque 20 g de carne no ramequim, cubra com o purê de mandioca e polvilhe o queijo coalho ralado.

Leve ao forno até dourar e sirva.


Brandade de bacalhau



Essa receita eu ensinei aqui.
Fiz exatamente igual.

Casquinha de siri


A casquinhas de siri foram uma comédia!!!!
Só de me lembrar eu já começo a rir.

Vou começar pelo começo...rsrsrsrs

Fiz casquinha de siri uma vez e não fiquei satisfeita com o resultado. Achei que ela ficou seca... faltava alguma coisa.
Liguei pra Lili, uma baiana linda que é muito minha amiga, e pedi a receita.
A receita dela ia pimentões e azeitonas. Eu preferi não colocar. Ela também não costuma usar esses ingredientes.
Vi que a única coisa que era diferente da minha receita era o queijo. Eu não usei queijo na minha primeira receita.
Ah! Na receita da Lili os tomates entram em forma de purê... mais um diferencial.
Juntando uma com outra a receita da minha casquinha ficou assim:

Para 70 casquinhas:

3 k de carne de siri
15 fatias de pão de forma sem a casca
400 ml de leite de coco
200 ml de leite
9 tomates bem maduros batidos no liquidificador
2 cebolas grandes, bem picadas
6 dentes de alho espremidos
2 colheres de manteiga
Azeite de dendê suficiente
Sal a gosto
Pimenta ardida a gosto
Salsa e cebolinha a gosto (ou coentro, para quem gosta)
300 g de queijo parmesão de boa qualidade, ralado
Um fio de azeite de dendê no final

200 g de farinha de rosca
50 g de queijo parmesão ralado

Umedeça os pães com o leite de coco e o leite de vaca, bata essa mistura no liquidificador e reserve.
Bata os tomates no liquidificador e reserve.

Aqueça uma panela com a manteiga e o azeite de dendê e junte a cebola e o alho. Espere a cebola murchar e junte a carne de siri. Refogue bem e junte o tomate batido. Cozinhe por 5 minutos e junte a mistura de pão.
Cozinhe, mexendo sempre, por 10 minutos.
Junte o queijo e mexa até ficar cremoso.
Acrescente as pimentas, acerte o sal, junte o cheiro verde e regue com o dendê.

Coloque uma porção em cada casquinha, polvilhe a farinha de rosca com queijo ralado, acerte com a palma da mão e leve ao forno por 10 minutos.

Pois bem...

A casquinha de siri fez o maior sucesso....
TODOS comeram e repetiram.
Isso seria normal se eu não tivesse usado óleo de pequi no lugar de azeite de dendê.
Eu tenho meu armarinho de temperos, ervas e especiarias. Ele é organizado de acordo com minha desorganização.
Minha funcionária- e anjo da guarda- arrumou o armário para me agradar e misturou meus azeites.
Como eles são da mesma cor eu não percebi.
Senti apenas um perfume diferente...
Só depois que eu dei a "regada" final foi que saquei que tinha algo estranho.
Quando li que era óleo de pequi tive uma crise nervosa de riso. Ri por uns 10 minutos.
Minha vontade era de chorar pois sei que a metade dos convidados ODEIAM pequi.
Pequi é um caso de amor ou ódio, quem gosta, ama, quem não gosta, odeia!
Resolvi fazer segredo e todos, até aqueles que odeiam pequi, gostaram tanto que me pediram a receita!

Só me resta saber se vou adotar o óleo de pequi como ingrediente oficial das minhas casquinhas de siri... hahahahahaha

Fiz também conserva de tomate, uma receita que faço desde que era criança e sirvo em toda festa, e mousse de gorgonzola com abacaxi para os que não comem carne.
Mas essas receitas eu posto depois!
Já escrevi muito por hoje!

Beijos para todos os meus leitores...
Eu estava com saudades de vocês!

25 comentários:

Tatiana 26 de out de 2009 16:04:00  

Kris eu adoro fazer festa!!! Delícia né? Mesmo com esses ataques de jogar tudo fora (que eu também sempre tenho) kkkkkk...no fim a gente se diverte!
Esses dias fiz a torta brega de pão de forma...eu ia escrever um post justamente falando isso, que é uma comida super anos 70/80 e bem cafona (e aquelas com rosas de casca de tomate decorando?) kkkkkk mas fiquei pensando que muita gente faz e acha linda...vou postar, mas terei que pegar leve no texto kkkkkkk...
Bjs

Fabiano 26 de out de 2009 16:22:00  

Kris, a festa foi maravilhosa, as comidas tb... parabéns... bj

e daí? 26 de out de 2009 20:07:00  

linda festa...
ri MUITO com suas casquinhas...fiquei imaginando a cena...rs
bjs

Fernanda 26 de out de 2009 21:39:00  

Kris, a festa ficou linda,
sua filha deve ter ficado super contente!
E eu adorei a historia do azeite de pequi na casquinha! rsrsrs

Sarinha 27 de out de 2009 09:47:00  

Kris, arrasou!!! Linda a festa e qta coisa gostosa hein!?

Parabens! Bjos

Anônimo,  28 de out de 2009 10:19:00  

adorei o blog... porque sou super enteressada em coisas para festa...todas que mandarem e tiverem coisas sobre festa manda par o meu email: pamelaferraz17@hotmail.com é só dizer que viu meu comentário

By Pâmela Ferraz

Kris Nardini 30 de out de 2009 08:57:00  

Obrigada, queridos....

Tati, florzona de casca de tomate é tuuuuuuuuuuudo....hahahahaha
Minha mãe fazia e ficava lindo!

Beijos

zeze,  9 de nov de 2009 23:36:00  

Kris, descobri seu blog e me apaixonei. Amei a historia da casquinha de siri e do cachorro quente da americana. A comparacao com o Fasano foi sensacional. Bjs

Kris Nardini 13 de nov de 2009 23:22:00  

Beijos para você também, Zezé.

Marcio Suzuki 13 de mar de 2010 22:37:00  

Seu blog é simples...............mente fantastico...
além de leituras super agradáveis, as receitas são perfeitas.]
parabéns pelas postagens e bom humor.

Márcio Suzuki

Kris Nardini 15 de mar de 2010 16:26:00  

Olá, Márcio! Que delícia esse seu comentário!
Muito obrigada!
Beijos

Giovana,  22 de mar de 2010 23:13:00  

Kris, adorai seu blog!! Vou fazer uma festa anos 80. Poderia me sugerir alguma coisa para servir? Bjs

Anônimo,  23 de abr de 2010 14:01:00  

ola cristine a kamila me passou seu blog nossa e tudo de bom adorei vou ver sempre pois adoro aprender coisas novas abracos ha quando quiser uma maionese e so ligarkkkkkkkkkkkk beijinhos nelson

Kris Nardini 26 de abr de 2010 09:02:00  

Nossa, Giovana!!! Só agora li seu comentário... Será que ainda dá tempo de ajudar? Se sim, me avise, tá?

Desculpe a demora...

Beijos

Kris Nardini 26 de abr de 2010 09:04:00  

Nelson, é muito bom ter um cozinheiro de mão cheia como você lendo meu blog! É motivo de orgulho, viu?
E pode deixar que, pra mim, maionese é só a sua: É A MELHOR!!!!!

Um beijão

Luciene,  24 de mai de 2010 19:52:00  

Kris q lindo seu blog,. adorei tudo...menos a parte dos bombons kkkkk n vou contar quem fui!!!Nem sempre devemos indicar as pessoas, mas na próxima eu acerto. Estou c saudades dos nossos encontros
Bjos

Kris Nardini 28 de mai de 2010 14:04:00  

hahahahahahaha
Que bom ver você aqui, minha indicadora oficial de bombons ruins!!!

Leandra 30 de jul de 2010 11:10:00  

Olá,
Quanta idéia gostosa! Estou programando um jantar íntimo de 15 anos da minha flha. Vi a receita de Brandede de Bacalhau e achei que ficará mto gostoso! Vc teria a quantidade dos ingredientes p/ mini proções (50 porções)?
bjs e obrigada, Leandra

Kris Nardini 31 de jul de 2010 09:09:00  

Olá, Leandra!
Eu acho que você pode fazer mais ou menos a mesma quantidade que fiz de escondidinho. Os ramequins que servi eram bem pequenos, cabiam mais ou menos 75 g. Se o seu ramequim for maior, aumente as quantidades na proporção.Ex. Se ele couber 100 g aumente 1/3 na receita...

Espero que a festa da sua filha seja perfeita!!!!

Qualquer outra dúvida é só gritar!

Beijos

Anônimo,  23 de jan de 2011 17:08:00  

Gostei foi do bifun,fiz hoje para meu almoço todos gostar am,ficou uma maravilha

Juliana carvalho,  23 de jan de 2011 18:26:00  

Oi Kris! Queria saber onde vc comprou essas casquinhas. Estou procurando faz tempo! Beijos!!!

Adriana Nóbrega,  26 de ago de 2011 14:11:00  

Olá Kris, parabéns pelas receitas! Uma dúvida: o escondidinho pode ser feito antes e depois ser esquentado novamente? Ou é melhor fazê-lo, colocar em geladeira e no dia seguinte levá-lo ao forno antes de servir? Pergunto porque queria algo prático, que possa ficar praticamente pronto antes da festa, que começa às 11h. Obrigada eum abraço,

Kris Nardini 26 de ago de 2011 16:17:00  

Olá, Adriana! Pode fazer 1 dia antes e deixar na geladeira. Na hora de servir é só colocar no forno. Eu só não gosto de congelar mandioca e batata, acho que não fica bom...mas na geladeira pode ficar já montado.

Grande beijoe sucesso na festa!

Adriana Brum,  28 de nov de 2011 17:31:00  

ADOREI o seu blog! Passei boa parte do dia fuçando e amando! Pedido: necessito da sua receita de mousse de gorgonzola e abacaxi!

Kris Nardini 29 de nov de 2011 08:22:00  

Adriana, olá!!!
Me envie seu e-mail que eu mando a receita, assim fica mais rápido! Beijo

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Back to TOP