Atalho do Facebook

Cancun Palace Hotel

>> terça-feira, 24 de janeiro de 2012


Quando a Kamilota e o Ju nos convidaram para passar as férias de verão com eles, o hotel e o local já estavam escolhidos.
Eu sempre preferi alugar casas de veraneio para poder cozinhar um peixinho fresco, ter mais liberdade na área de lazer e não ficar "presa" aos restaurantes do hotel... Mesmo com essa preferência, aceitamos o convite e fizemos a reserva no mesmo hotel: o Cancun Palace. E só tenho a agradecer aos dois pela companhia maravilhosa e pela ótima escolha.

Vou falar o que achei do Cancun Palace Resorts e dar minhas dicas para quem quiser ir algum dia....

Na chegada, quando fomos recebidos com taças de um delicioso prosecco geladíssimo, já percebi que tínhamos feito uma boa escolha.



Os quartos eram amplos, com camas confortáveis, rouparias impecáveis, uma hidromassagem enorme, e uma varanda gostosa com vista maravilhosa da lagoa, o que nos deu mais privacidade que os quartos com vista para o mar e piscina.
O por do sol visto da varanda do meu quarto foi uma das coisas mais lindas que já vi na vida....

O sistema do hotel é o all inclusive, onde comidas e bebidas já estão incluídos na diária.
Confesso que esse sistema me deixava um pouco com o pé atrás... Gosto muito de ter a liberdade de escolher onde e o que eu vou comer e beber. Sem contar que a maioria dos hotéis do Brasil que trabalham com o all inclusive servem comidas e bebidas meia boca....
Mas o Cancun Palace nos surpreendeu MUITO.
O café da manhã eu comparei aos cafés servidos da rede Club Med. O Cancun Palace só fica atrás na panificação.
No primeiro dia eu fiquei chocada ao ver arroz com milho doce, frijoles refritos (feijão refrito), guacamole e mole poblano (frango com um molho que leva chocolate) no buffet do café da manhã. Preferi o trivial.
Ops! Não posso dizer que comer salmão defumado com sour cream, tomando uma taça de Mimosa (suco de laranja com champagne) no café da manhã é trivial, né?
Trivial são as omeletes, os ovos fritos ou mexidos, os waffles e as panquecas feitos na hora e que os filhotes se deliciavam...


Após o café íamos para a piscina ou para a praia.
A partir das 10 da manhã os bares da piscina e da praia começavam a servir drinks, fracos para o paladar do Brasil mas que com uma propina (nossa gorjeta), ficavam ao gosto do freguês.
As 11h os bares começavam a servir pizzas feitas no forno a lenha e com recheios diversos, petiscos, tacos, tortillas, batatas fritas, hambúrguer e cachorro quente. As crianças se esbaldavam.

Na piscina, que é muito grande, você pode curtir paz e silêncio do lado direito e diversão garantida ( com direito a gringas tirando os peitos pra fora), músicas e gincanas animadas no lado esquerdo.
Eu ficava no meio das duas...hahahahaha

E bastava você olhar para o lado que lá estava uma pessoa para te servir.
Ah! Se se você não olhasse para o lado eles também te serviam...
Copos novos, com bebidas super geladas, chegavam antes mesmo de você esvaziar o que estava na mão.


Ao meio dia os restaurantes Frida e El Mercado abriam suas portas com um variado buffet e com um chef que ficava na grelha preparando carnes, peixes e camarões grelhados maravilhosos! Como sou apaixonada por camarões, esses eram os meus preferidos. Comi camarão na plancha todos os dias e não me cansei....
Com uma pequena propina (20 pesos mexicanos ou menos de R$ 5,00) para o garçom, esses camarões na plancha eram servidos na piscina, também...hehehehe
Por duas vezes na semana o chef preparou uma deliciosa paella ao ar livre, na piscina. Era uma coisa de louco, para uma gourmet como eu, assistir ao chef preparando a paella...
Ai, só de me lembrar, eu já quero voltar.....



A noite as opções gourmets aumentavam....

O Restaurante Leonardo ( traje elegante casual) abria suas portas e servia pratos da cozinha italiana. Esse restaurante era bem concorrido, você tinha que ficar em uma fila de espera se chegasse após as 19:30h. Foi o restaurante que menos me impressionou ( fotos de 3 a 11)

O El Mercado continuava servindo buffet com carnes na plancha. Ideal para um jantar rápido, sem muita frescura... Mas com comidas mexicanas deliciosas e um vasto cardápio que agradava gregos, brasileiros e troianos.

O Steak servia belos cortes de carnes, sopas, massas e cardápio exclusivo para as crianças, ao redor das enormes jacuzzis do terceiro andar do hotel. A vista e as carnes valem muuuuuito a pena! Sem contar os vinhos, as sobremesa (foto 12) e o atendimento.

O Restaurante Miyako foi o meu predileto (fotos 1 e 2, acima e de 1 a 4 abaixo)!
No a la carte (fotos 1 e 2) os pratos eram deliciosos... Uma surpresa ótima para meu paladar!
E tinha a opção da plancha.


Bastava você chegar mais cedo (ele abre por volta das 18:30h) ou enfrentar uma pequena lista de espera e se sentar em uma das 8 planchas (com capacidade para 10 pessoas) e assistir a um show a parte.
O Chef do Miyako preparava o prato na sua frente (fotos de 1 a 4), com direito a show com facas e fogo e escolha de ingredientes. E vale dizer que todos os ingredientes eram de uma qualidade e um frescor de dar água na boca.
Nós optamos por legumes, frango, carne de boi e camarões para acompanhar o arroz com legumes.
Fiz um vídeo da preparação mas não sei como colocar ele aqui no blog....hahahahaha

No Bar Lobby tem música ao vivo todas as noites. Nele você toma drinks maravilhosos, curte boa música e se delicia com petiscos a sua escolha.

No Anfiteatro tem shows diários. Nós só assistimos a um tributo ao Michael Jackson que foi bem divertido, mas até show da Broadway e show de mulatas brasileiras rolou por lá... 

Se você não estiver afim de badalação e quiser curtir a hidromassagem do quarto com o maridão, basta abrir o bar do quarto e escolher entre whisky, tequilas, vinhos e vodcas da melhor qualidade e pedir um bom prato no serviço de quarto.
Em menos de meia hora o jantar (ou almoço ou café da manhã ou chá da tarde) é servido no seu quarto com a mesma qualidade de todos os restaurantes do hotel.

Fiquei encantada com todo o serviço do Cancun Palace.
Uma única coisa deixou a desejar:  o serviço de limpeza dos quartos, que em alguns dias se atrasava e era feito após as 16h, horário que eu gostava de tirar um cochilo...

Gostei tanto do hotel que só saí dele duas vezes: uma vez para conhecer o parque Xcaret (um lugar maravilhoso que eu fiz um mergulho inesquecível) e outra vez para ir na Coco Bongo, uma danceteria MARAVILHOSA que tem em Cancun.

Mas da Coco Bongo não vou falar mais nada porque sou uma avó comportada e uma blogueira que não pode dar maus exemplos...hahahahahaha

7 comentários:

Anônimo,  24 de jan de 2012 13:11:00  

Gatona realmente essa viagem foi uma delicia, tambem queria voltar,mas temos que retomar o dia a dia, obrigado por tudo gata.
Com amor do seu gato Romulo.

Kris Nardini 24 de jan de 2012 14:03:00  

Gatão, você imagina o quanto eu AMO ler um recado seu aqui?
TE AMO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Gleici Schiavo 25 de jan de 2012 13:00:00  

Kris q delícia amiga! Q bom! Tem site o hotel? Queria muito poder ir a um lugar assim mais deve ser bemc caro né? bjus

Gleici Schiavo 25 de jan de 2012 13:00:00  

Kris q delícia amiga! Q bom! Tem site o hotel? Queria muito poder ir a um lugar assim mais deve ser bemc caro né? bjus

Gleici Schiavo 25 de jan de 2012 13:00:00  

Kris q delícia amiga! Q bom! Tem site o hotel? Queria muito poder ir a um lugar assim mais deve ser bemc caro né? bjus

Gleici Schiavo 25 de jan de 2012 13:00:00  
Este comentário foi removido pelo autor.
marcel gussoni 30 de jan de 2012 11:40:00  

A viagem deve ter sido realmente maravilhosa. E essa história da Le Creuset me deixou com inveja também...rs

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Back to TOP